Esse ano completo 8 anos com a Fabiluli, já passei por muitas mudanças pessoais e profissionais.

Quando comecei essa brincadeira foi amor à primeira vista por uma boneca que encontrei na web. Ela era trabalho de uma maravilhosa doll maker alemã chamada Juliane Strittmatter. Lendo seu blog na época ela falava sobre a inspiração em bonecas Waldorf, o que me fez encontrar a pedagogia Waldorf e me encantar por ela e por todos os ensinamentos da Antroposofia.

O que foi sensacional! Me ensinou muito, não só sobre brinquedos mas sobre ser humano.

A antroposofia faz parte da minha vida, dos meus cuidados com saúde, da forma como me relaciono com os outros, como eduquei e ainda educo minhas filhas e como vou educar meu neto que está a caminho. Tenho imensa gratidão por ter encontrado esses ensinamentos e as pessoas maravilhosas que conheci e ainda descubro pelo caminho através das associações com a  pedagogia Waldorf e a Antroposofia.

Mas meu trabalho com bonecas é algo que transcende o profissional. Não são só produtos feitos aos montes para revenda em lojas;  elas são minha forma de me expressar, de me entender, a minha arte. Demorou, mas aceitei que sou uma artista que usa as bonecas, a fotografia e a arte têxtil como canal. E a arte precisa ser livre!

Cheguei num ponto de maturidade onde não consigo mais seguir a estética disso ou daquilo, sigo a minha. Minhas bonecas desde o início foram inspiradas na pedagogia, mas sempre pus meu estilo pessoal nelas. Um boneco antroposófico para crianças tem essa aparência.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr

Miguel boneco Waldorf feito por mim numa aula da Nina Veiga

Um boneco Fabiluli para crianças tem essa.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr

Luiza, boneca Fabiluli

E isso em todos os modelos que crieI: Bebês carinho e fraldinha, bonecas doçura, amiga, lully, alegria e sapeca

Sinto que cumpri minha missão.

Quando comecei voce não encontrava bonecos Waldorf e mal ouvia falar de pedagogia e hoje, obviamente não só por minha causa não sou tão egocêntrica assim, esse tipo de boneco e os benefícios da pedagogia estão muito mais populares.

Diversas pessoas passaram a fazer bonecos inspiradas no meu trabalho, usando os e-books que produzi ou os cursos presenciais.

Consegui divulgar algo que eu acreditava e acredito ser urgente e necessário

Hoje  me dei o direito de trabalhar livremente com qualquer tipo de material ou detalhe. As técnicas de amarração de bonecas não são da pedagogia waldorf, são da tradição européia em fazer bonecas algo que a pedagogia sabiamente utilizou na confecção de brinquedos orientados.

Em algum momento simplesmente decidi parar de fazer bonecas educativas ou pedagógicas e fazer bonecas para divertir e encantar.

Hoje separo minhas criações em bonecas infantis e adultas. 

Uso materiais diversos, às vezes lã, às vezes fibra siliconada, às vezes algodão, todos os materiais são descriminados nos produtos. Tenho tido a preferência inclusive por usar a fibra siliconada, depois de tanto tempo ( quase 1000 bonecos que criei nesse período) concluí que com ela a boneca não mancha quando lavada, não pega traça quando guardada, seca mais rápido sem mofar e não fica com cheiro forte entre outros benefícios.

Não me importo mais em seguir uma regra de materiais e formas para ter uma chancela ou reconhecimento.

Quero manter o foco no encantamento e ter meu reconhecimento por aí, por criar bonecas encantadoras, adoráveis e cheias de sentimento que levem da reflexão a diversão e ao amor.

Então entendam que eu não faço bonecas Waldorf, eu aprendi muito com a pedagogia, mas levei 7 anos pra decidir que eu faço e quero sempre fazer bonecas Fabiluli.

Beijos da Fabi

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Gmail
  • LinkedIn
  • Blogger
  • Tumblr

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Pin It on Pinterest

Share This