Aniversário da Fabiluli – 8 anos

Aniversário da Fabiluli – 8 anos

8 anos de Fabiluli.

Quando comecei a Fabiluli as meninas estavam entrando na adolescência e hoje são adultas, uma vai até ser mãe! Tanta coisa mudou, eu mesma era outra pessoa, passei por tanta coisa pessoal e profissional. Parar e olhar com calma para o passado é fantástico, te ajuda a entender, reorganizar e seguir em frente.

Eu experimentei vários formatos com a Fabiluli, mudei identidade, proposta, produtos. Um negócio pessoal é assim mesmo, muda com o dono, vamos vendo a vida, tendo necessidades e nos ajustando ou transformando.

Imagino as pessoas que acompanham a Fabiluli desde o início devem falar: – Já vem a Fabiana com mais mudanças, a pessoa não sossega! Que bom que vocês tem paciência comigo e sabem esperar o tempo passar. 🙂

8 anos, um milhão de planos.

Cursos de boneca pelo Brasil, curso online em andamento, plataforma de ensino em andamento, bonecas em coleções com tema. Esses são os meus focos para 2018.

No primeiro semestre os cursos presenciais foram em Sao Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. O segundo começa com Belo Horizonte e depois teremos Recife, Bahia, Florianópolis e Porto Alegre.

Em agosto lanço uma plataforma de ensino online.

E o mais importante: em julho ganho um neto!

E a vida vai seguindo linda e formosa, cheia de oportunidades, de alegrias e desafios para superar.

A bonecaria me fez muito bem, a Fabiluli só me deu alegrias, com o tempo vou aprendendo mais e melhorando meu desempenho pessoal e profissional.

Eu resolvi que todo mundo tem que fazer bonecas! Coloquei na cabeça e agora não tiro nem tão cedo. É algo muito bom pra não ser divulgado.

Esse mês fiz o sorteio de um combo iniciante no instagram e estou dando de presente um dos fascículos da coleção de e-books aqui. Para poder retribuir um pouco do carinho e apoio que vocês me dão esses anos todos.

Em breve volto com muitas novidades como sempre 🙂

Beijocas

 

 

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Já fui vegetariana

Já fui vegetariana

Minha história com o vegetarianismo começou cedo, lembro que aos 8 anos não queria mais comer bicho morto e comia o restante da comida deixando a carne de lado. Minha família adorava comida, minha avó era a melhor cozinheira, mas ninguém era vegetariano, nem tinha muito conhecimento para fazer substituições o resultado era eu deixar de ser vegetariana em uma semana. Ou aguentar um pouco mais e ficar enfraquecida. Uma vida de anemia.

Fiquei nessa ida e vinda por muitos anos.

Até que cresci (já falei que detesto a infância) e conheci a macrobiótica. Sofri todos os preconceitos de familiares a amigos a respeito de comida. As pessoas torciam o nariz para tudo o que oferecia.

Lembro que uma ex sogra sempre falava que as meninas estavam doentes e as levava constantemente para fazer exames de sangue, até que um dia fui junto e expliquei ao médico nossa dieta a base de cereais e grão integrais, legumes, verduras e frutas. O médico olhou para minha sogra e disse: -Essa é a melhor alimentação que suas netas podem receber, do que a senhora está reclamando? – Mas doutor, elas nem comem feijão preto e arroz branco…

Desenvolvi muita paciência na vida 🙂

Sempre mantive um consumo aleatório e pequeno de carne. Mas radicalizei alguns anos sem nada animal.

Adoeci por estresse e um dia resolvi comer uma sopa de legumes com carne. Eu tenho uma imensa ligação com meu corpo, sou muito consciente dele e procuro escutar para entender. E ele pedia esse alimento, após comer me senti com força de uma forma que não sentia a muito tempo. Percebi que não comer carne me deixava muito pacifica, muito contemplativa e naquele momento da vida eu precisa da explosão para poder contornar a situação de doença por estresse em que tinha me colocado.

Dessa forma, depois de uns 6 anos sem nada animal voltei ao consumo de carne, sempre em pequenas quantidades, algumas vezes por mês, em torno de 4 ou 5 refeições. Se como no almoço não como no jantar.

Muita carne me faz mal, atrapalha a digestão e me deixa muito furiosa, com um nível de estresse fora do normal, então fui me observando até achar o que funciona para me manter em equilíbrio.

Evito comer peixe, aprendi no budismo que um peixe alimenta uma pessoa, ao passo que uma vaca alimenta um vilarejo inteiro, é uma morte que tem mais sentido.

Falo por experiência pessoal, cada pessoa tem suas convicções e sabe o que é melhor para si, mas comer um pouco de tudo, inclusive a parte animal me dá uma sensação de equilíbrio mental, como se eu pudesse processar as diferentes situações usando o alimento pra me dar a energia que eu preciso.

Não me sinto bem perante o exagero do consumo de carne como churrascarias, ninguém precisa de tanta carne assim no seu dia a dia e vejo muitas pessoas doentes por isso. Infelizmente vivemos numa sociedade que compara sua qualidade social com o consumo de carne, e seu exagero como algo de valor. Eu discordo.

Minhas filhas foram vegetarianas por anos também, depois de um tempo duas desistiram e uma continua convicta e se sente bem assim. Durante o período escolar sofreram muito bullying seja pela comida diferente ou pelo fato de não termos tv, crianças imitam o comportamento dos adultos, adultos preconceituosos crianças idem.

Minha sugestão é que voce escute seu corpo, observe doenças, sintomas, o que deixa mal, o que dá energia, qual a medida e estabeleça a sua dieta para que ela te dê o equilíbrio que precisa para enfrentar suas atividades e realizar seus objetivos.

Beijocas da Fabi

 

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Nos bastidores da Coleção Mundo Mágico, uma espiadinha por aqui.

Nos bastidores da Coleção Mundo Mágico, uma espiadinha por aqui.

Pirei.

Resolvi criar uma coleção enorme.

Pirei legal.

Tô já tem um mês elaborando isso, pensando no tema, nos detalhes na narrativa, em como apresentar. Depois disso passei para fazer as peças: bonecas de vários tipo para adultos e crianças, objetos decorativos como mariposas e borboletas, fotografias minhas e ilustrações com parceiras.

 

As bonecas levam uma vida para ficarem prontas, mas confesso que estão sensacionais, sim, elas estão, preciso admitir.

Estou apaixonada pelas mariposas. Quero fazer umas enormes, amei o efeito delas na parede. Usei tecidos indianos lindos, cheios de brilho.

Fiz detalhes como feltrar bolinhas de lã à mão, tingir tecidos para fazer vestidos, muitas peças em crochê, bordados, embalagens especiais.

Tô indo aqui, às vezes me perco, não sei o que fazer, são muitas atividades pra uma pessoa só. Minha idéia é fazer um catálogo com contos de fadas e bonecas para apresentar esse trabalho. Um projeto bem ambicioso pra mim no momento, mas eu gosto de desafios.

E paralelo tem a vida acontecendo, clientes da Unicórnios Voadores(meu estúdio de web) pra atender e mais um projeto paralelo. Muita coisa pra lidar.

Coloquei um prazo, até o meio de abril preciso terminar tudo, espero conseguir.

Boa sorte pra mim 🙂

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Velha e Louca – Música da Fabi

Minha caçula outro dia disse que tinha ouvido uma musica que era a minha cara. E ela estava certa! Adorei Malu Magalhães com Velha e Louca

 

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Trabalhando com coleções – Novidades na Fabiluli

Trabalhando com coleções – Novidades na Fabiluli

Esse ano decidi promover algumas mudanças na Fabiluli, principalmente no fluxo de trabalho. Já experimentei alguns formatos nesses 8 anos: no início fazia diversos bonecos sem nenhuma ligação entre eles e uma única atualização mensal na loja, depois passei a criar bonecos e disponibilizá-los individualmente em menor escala.

Sinceramente ainda não cheguei aos resultados que esperava e percebi que estava faltando planejamento e mais foco. Resolvi agora criar por coleção, com um único tema e partes que se ligam formando uma narrativa.

Atualmente tenho duas coleções em andamento a primeira chamada Conflitos – Entre razão e emoção que é você? e O mundo mágico da Fabiluli. São temas distintos, estilos opostos e como dislexa essa mistura e confusão são inspiradoras, aprendi a ter melhores resultados alternando em atividades, temas, cores e formatos.

Em ambas as coleções terei desdobramentos e produtos variados dentro das categorias que incluí no meu trabalho: bonecas, arte têxtil e fotografia.

Minha intenção é criar objetos para todas as idades, afinal encantamento é algo necessário para todos. No mesmo tema terei desde bonecos infantis a objetos decorativos para adultos e fotografias decorativas.

Trabalhando dessa forma posso exercitar todas as minhas habilidades e abrir novos mercados para o meu trabalho. Meu foco no início era infantil, hoje não é mais, hoje é familiar. Quero que a Fabiluli esteja se comunicando tanto com o bebê, como o jovem adulto, como o sênior da casa.

As coleções serão lançadas acompanhadas de um catálogo, onde cada produto será exibido com sua história, descrição e valores. Assim organizo minha biografia e apresento algo de mais valor. A maior parte das peças continuará sendo única.

Alguns me chamaram de louca quando expliquei minha nova forma de trabalhar, isso é o normal! Já fui chamada assim outras vezes e não me incomoda. Claro que o  volume de trabalho aumentou consideravelmente, eu continuo sozinha em todas as etapas e agora com dois empregos distintos: o artístico e manual com a Fabiluli e o exato e criativo como designer no Unicórnios Voadores (minha agência criativa).

Hoje encontrei uma citação do Michael Jordan dizendo:

“Algumas pessoas querem que algo aconteça, outras desejam que aconteça e outras fazem acontecer”.

É mais ou menos por aí, você precisa reconhecer quem você é, eu prefiro a maior parte das vezes ser aquela que faz acontecer.

Sigo tentando manter o foco e não me perder na confusão do cotidiano para poder em breve apresentar meu trabalho como sonhei e assim alcançar os resultados que sempre quis.

Nos falamos em breve

Beijocas da Fabi

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Você vive seus sonhos diariamente.

Você vive seus sonhos diariamente.

Já reparou quantos sonhos você realiza na primeira hora do seu dia?

Provavelmente você sonhou com muito do que vive e por ser rotina já nem percebe que vive um sonho, o seu sonho.

1 – Você acorda com saúde – sempre desejamos muita saúde para todos e para nós também e a doença quando nos atinge é um desgaste, uma limitação e um sofrimento. Acordar e estar funcionando bem é um desejo que se realiza diariamente e que tem muito significado te permite ser útil.

2 –  Você acorda na sua casa – vai falar que ter sua casa não é o sonho de 10 entre 10 pessoas? E não tem diferença se é própria, alugada, financiada, ela é o seu castelo, seu lugar. E só isso já vale muito.

3 – Você ao acordar encontra quem você ama – seus filhos, seus parceiros, seus familiares, seus bichos queridos, seus amigos. Acordar e já encontrar quem é importante pra você e poder cuidar deles é uma alegria. Dá muito sentido a tudo.

4 – Você acorda e cuida das suas coisas –  Regar suas plantas, dar uma arrumada na sua casa, colocar um cheiro bom pra quando voltar estar tudo acolhedor. Tudo ali é seu e te faz bem de alguma forma. Quantas vezes você sonhou com um móvel, uma decoração, uma cama nova, pequenos detalhes que você já quis muito e agora tem?

5- Você se prepara para realizar seu trabalho – Seja ele qual for, em algum momento da vida você desejou muito o ter, pode ser a profissão que você sempre sonhou ou o trabalho que surgiu quando você precisava muito, ele te dá dignidade e possibilidades na vida. Eu sou suspeita pra falar mas amo a idéia de trabalhar, pra mim significa liberdade, autonomia e amor próprio. Sonhos que se realizam.

6 – Você tem uma mente criativa e pronta que encontra soluções para os problemas que surgirem – Mesmo que você esteja um pouco perdido nesse momento da vida, você tem a capacidade de encontrar soluções de curto, médio e logo prazo para mudar tudo o que não está te fazendo bem. Essa capacidade de avaliar as situações e buscar as melhores ou possíveis soluções é tão reconfortante. Saber que no fundo você só depende de você e da sua vontade para alcançar seus objetivos pra mim é uma baita paz.

Ouso falar que o segredo da felicidade está em dar valor as pequenas coisas do dia, aos mais singelos encantos.

Podemos falar também sobre ter gratidão por tudo o que você já alcançou, você vive um sonho! Pense nisso.

Claro que tem dias que a gente vê tudo mais cinza, meio nublado, mas lembre lá no alto, depois daquelas nuvens escuras tá sempre sol, tudo está sempre bem. Basta você olhar um pouco além.

Espero que sua semana seja simples e deliciosa e que você perceba que vive seus sonhos. Talvez não todos, mas alguns deles já se realizam diariamente.

Beijocas da Fabi

 

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Pin It on Pinterest