O sentido da vida é encontrar o seu dom. O objetivo é presenteá-lo aos outros.

Pablo Picasso

Leia mais
Judith Klausner, uma rebelde com linha e agulha

Judith Klausner, uma rebelde com linha e agulha

“Meu trabalho é sobre a escolha. Como uma mulher no século XXI, eu posso optar por passar o meu dia assando um pão, ou para pegar um pacote em uma prateleira do supermercado depois de um longo dia de trabalho. Eu posso escolher para passar minhas noites bordando. Eu posso escolher para combinar essas coisas e chamá-lo de arte.” Mais aqui:http://jgklausner.com/

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Como fiz minha primeira boneca de pano.

Como fiz minha primeira boneca de pano.

As pessoas sempre me perguntam como foi que me tornei uma doll maker, como comecei a fazer bonecas e o motivo. E eu sempre conto a mesma história:

Em 2008 eu decidi que queria fazer coisas mais femininas. Eu sou mãe solo de três meninas e muitas vezes tive que ser pai e mãe e isso me endureceu, virei meio macho, afinal de contas a vida precisava que eu fosse mais dura em vários momentos. E com isso me afastei um pouco da delicadeza e feminilidade, só que com o tempo isso acabou fazendo falta.

Resolvi comprar uma máquina de costura e uma batedeira, nunca tinha usado nenhuma delas antes, mas eram símbolos de coisas femininas e eu estava decidia a dominar as duas.

Me agarrei com o computador e pesquisei muito. A batedeira foi o mais fácil, modéstia a parte eu sei me virar muito bem na cozinha, sou adepta do free style, não sigo receitas, invento pratos e 95% das vezes foco no saudável. Acho que se for montar um outro negócio será com comida.

Chegou a vez da máquina de costura. Levei um certo tempo para vencer o maior desafio para um iniciante: passar a linha na máquina! Só quem já passou por isso vai entender! A coisa era mais complexa  – confesso que tenho uma atração natural por tudo que é mais difícil, adoro desafios. Depois de ter uma idéia do que fazer com a máquina, eu precisa ter algum projeto, e então comecei a navegar por esse mar de informação que é a internet. Em 2008 não tinha tanto quanto hoje, mas já tinha bastante coisa craft e resolvi fazer monstrinhos, curti, fiz vários, não fotografei, dei todos de presente. Foi divertido.

Nas minhas pesquisas, um belo dia, encontrei uma boneca de pano deslumbrante, algo que eu nunca tinha visto antes do mesmo nível. Ela era o trabalho de uma doll maker alemã chamada Juliane Strittmater, que fazia bonecas com a marca Fröken Skicklig, hoje ela mudou seu nome comercial e site para Notes from Bjorkasa. Eu sou daquelas que se interessa mais pela pessoa do que pela obra. Obviamente a boneca maravilhosa me seduziu, mas o conteúdo, propósito e valor que a Juliane passava no seu trabalho foi extremamente mais inspirador pra mim e devorei tudo. Assim encontrei as primeiras menções as palavras: boneca waldorf, steiner, antroposofia. Pronto, um novo universo surgiu!

A questão é que não existia material em português sobre boneca waldorf, antroposofia era algo raríssimo de se encontrar em sites brasileiros, tudo era em alemão e inglês, e eu não sou fluente em nenhuma das duas línguas. Mas não me intimidei. Pesquisei e aprendi um monte sobre tudo relacionado. Entendi a importância do brinquedo, da boneca, as ligações infantis, aprendi muito sobre antroposofia e apliquei na minha vida e família. Foi um encontro sensacional.

Mas chegou um momento que eu queria muito fazer aquela boneca. Levei um ano procurando materiais similares, testando e criando coragem. Até que fiz a Matilda, sem moldes, fornecedores, instruções etc.

 

A sensação que tive ao fazer sua cabeça foi maravilhosa, quando terminei senti minhas bochechas ficarem vermelha e um sorriso enorme brotar no rosto. Caramba, eu queria fazer aquilo todo dia!

Claro que a Matilda ficou desengonçada, torta, mas ela tá guardada até hoje pra me lembrar que somos feitos da nossa vontade e que ela deve ter sempre a maior força. Sem medo, sem preguiça, sem limite. Fazer bonecas é algo curativo emocionalmente, trabalha sua coragem, determinação, tomada de decisões, algumas pessoas não entendem e acham uma bobagem o fazer manual ser usado de forma terapêutica, mas ele tem um grande valor.

Aquela primeira boneca que vi me levou por um caminho muito bonito e sou grata por isso, hoje 8 anos depois de ter começado oficialmente a Fabiluli e com mais de 900 bonecos feitos à mão por mim posso falar que além de ter construído o meu próprio negócio, eu construí a mim. E isso me faz muito bem.

Espero que você encontre o seu caminho, siga firme e se sinta bem também, faz muita diferença.

Beijocas da Fabi

 

 

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Tá precisando se reinventar? Seja criativo e audacioso

Tá precisando se reinventar? Seja criativo e audacioso

Assisti essa apresentação num Ted já tem alguns anos e não me canso da reprise.

Me inspira a forma como Shea Hembrey não se limita e como o nada o preencheu de tudo.

Insatisfeito com o que encontrava na arte contemporânea, achando tudo obtuso ou esotérico de mais para ser acessível ao grande público, ele resolveu criar a própria Bienal e com ela também criou o perfil, e a arte, de 100 artistas do mundo todo que participariam dela.

Em um trecho ele diz:

…”E meu segundo conjunto de regras — Odeio dizer “regras” porque é arte — meu critério seria uma regra de três quesitos, que seriam cabeça, coração e mãos. E a boa arte teria cabeça: teria interessantes ideais intelectuais e conceitos. Ela teria um coração que teria paixão e coração e alma. E ela teria mão que seria muito habilidosa…”

 E o incrível é que toda essa potência e criatividade vieram naturalmente da falta de obrigação em ser intelectual, ele foi criado no interior e foi a um museu pela primeira vez aos 20 anos. Mas cresceu livre, explorando a vida e a manualidade, tendo a oportunidade de vê-la acontecer e não virando um robô que repete conceitos como vemos muitas crianças hoje.

A sua apresentação é cheia de humor e uma aula de criatividade, empreendedorismo e sobre fazer acontecer.

O que nos define não nossa condição social, geografica, física, parental… o que nos define é a nossa vontade.

Beijocas

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Você vive seus sonhos diariamente.

Você vive seus sonhos diariamente.

Já reparou quantos sonhos você realiza na primeira hora do seu dia?

Provavelmente você sonhou com muito do que vive e por ser rotina já nem percebe que vive um sonho, o seu sonho.

1 – Você acorda com saúde – sempre desejamos muita saúde para todos e para nós também e a doença quando nos atinge é um desgaste, uma limitação e um sofrimento. Acordar e estar funcionando bem é um desejo que se realiza diariamente e que tem muito significado te permite ser útil.

2 –  Você acorda na sua casa – vai falar que ter sua casa não é o sonho de 10 entre 10 pessoas? E não tem diferença se é própria, alugada, financiada, ela é o seu castelo, seu lugar. E só isso já vale muito.

3 – Você ao acordar encontra quem você ama – seus filhos, seus parceiros, seus familiares, seus bichos queridos, seus amigos. Acordar e já encontrar quem é importante pra você e poder cuidar deles é uma alegria. Dá muito sentido a tudo.

4 – Você acorda e cuida das suas coisas –  Regar suas plantas, dar uma arrumada na sua casa, colocar um cheiro bom pra quando voltar estar tudo acolhedor. Tudo ali é seu e te faz bem de alguma forma. Quantas vezes você sonhou com um móvel, uma decoração, uma cama nova, pequenos detalhes que você já quis muito e agora tem?

5- Você se prepara para realizar seu trabalho – Seja ele qual for, em algum momento da vida você desejou muito o ter, pode ser a profissão que você sempre sonhou ou o trabalho que surgiu quando você precisava muito, ele te dá dignidade e possibilidades na vida. Eu sou suspeita pra falar mas amo a idéia de trabalhar, pra mim significa liberdade, autonomia e amor próprio. Sonhos que se realizam.

6 – Você tem uma mente criativa e pronta que encontra soluções para os problemas que surgirem – Mesmo que você esteja um pouco perdido nesse momento da vida, você tem a capacidade de encontrar soluções de curto, médio e logo prazo para mudar tudo o que não está te fazendo bem. Essa capacidade de avaliar as situações e buscar as melhores ou possíveis soluções é tão reconfortante. Saber que no fundo você só depende de você e da sua vontade para alcançar seus objetivos pra mim é uma baita paz.

Ouso falar que o segredo da felicidade está em dar valor as pequenas coisas do dia, aos mais singelos encantos.

Podemos falar também sobre ter gratidão por tudo o que você já alcançou, você vive um sonho! Pense nisso.

Claro que tem dias que a gente vê tudo mais cinza, meio nublado, mas lembre lá no alto, depois daquelas nuvens escuras tá sempre sol, tudo está sempre bem. Basta você olhar um pouco além.

Espero que sua semana seja simples e deliciosa e que você perceba que vive seus sonhos. Talvez não todos, mas alguns deles já se realizam diariamente.

Beijocas da Fabi

 

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Dica de cinema: COCO

Dica de cinema: COCO

Eu adoro cinema, é meu passatempo favorito e a pouco tempo fazendo um levantamento no Filmow percebi que já assisti mais de 1.000 filmes ao longo da vida e ainda tenho uma lista imensa para assistir.

Adoro animações e filmes que conseguem atingir toda a família. Gosto muito dos valores, personagens e formas de atingir pessoas de várias idades com mensagens tão importantes como a animação consegue.

A última que assisti foi Coco ou aqui no Brasil A vida é uma festa da Pixar. Ambientado no México, no dia da Festa dos Mortos, o filme conta a história de Miguel um menino que sonha em ser músico mas toda uma história antiga familiar o impede.

Lindo e emocionante Coco consegue amolecer até os corações mais duros, fala de honrar e amar seus antepassados, sobre a importância de lembrar de onde você veio e de como ter pessoas que te amam é importante. Obviamente pra isso você deve buscar ser uma experiência positiva com todos, ser grato aos que vieram antes de você e lembrar de seus ensinamentos.

Coco ganhou o Oscar por melhor animação no último domingo.

Aqui o vídeo com a música mais linda de todas do filme Remember Me.

 

Temos toda uma linhagem que trabalhou muito para chegarmos nessa ponta e hoje prestes a ser avó percebo mais do que nunca o entendimento de viver eternamente através dos seus descendentes.

Vamos ganhar um bebê dentro de alguns meses e ver minha linhagem continuar dessa forma, ver minha filha sendo mãe, ver meu neto existir é algo muito engrandecedor desde agora que ainda é somente uma promessa.

Não vou entrar em mais detalhes sobre o filme para não tirar a graça mas recomendo que você vá assistir independente de sua idade.

Depois me conta o que achou.

Beijocas

Eu sou a Fabiluli ou Fabiana Pereira, tenho 42 anos, sou carioca, mãe de 3, artista, natureba, cheia de dúvidas e certezas. E em breve avó!

Pin It on Pinterest