Filhos peludos, meus mascotes.

Filhos peludos, meus mascotes.

Quem já clicou no link sobre a Fabiluli aqui no site já viu minha equipe:

Na minha conta pessoal do Instagram @fabianas_pereira você sempre encontra fotos desses personagens fofos.

Eu adoro animais e sempre tive mascotes, acostumamos a ter bichos pela casa e acho que sempre teremos. Eles são a central de exercício de afeto, impossível passar por eles e não querer apertar beijar e carregar. Meu amor é meio Felicia

Vou apresentar melhor essa equipe fofa.

O primeiro e mais importante sem dúvidas, o preferido, mimadão e querido da mamãe Zen.

Zen é da raça Yorkshire tem 13 anos, charmoso, fofo, peludo, ficando cego e com poucos dentes, mas sem perder a pose.

Adora rabanete, melão e ovos. Detesta barulho de fogos, trovão e comer ração.

Zen é calmo, mas tem momentos de brincadeira e correria pela casa, o que atualmente acaba rapido porque com a idade já começa a tossir e fica cansado.

zen

zen

 

Agora temos o segundo no reinado Tornado, também conhecido como: Thor, tortura, tormenta, tonto, totoro.

Um dia recebi um link, enviado por uma das filhas, com a foto de um mini ratinho branco e amarelo, que havia sido encontrado por uma pessoa que não podia ficar com ele e que caso não arrumasse alguém novamente seria colocado na rua de novo.

Lá fui eu buscar a criatura que cabia na palma da mão e pesava 700 gramas. Dei banho, comida e carinho. Um mês depois ele pesava 1,500kg. Uma máquina cheia de energia, que me mordia, atacava e corria muito. Um verdadeiro tornado pela casa, destruia tudo, e não deixava ninguém dormir. Ele quebrou coisas que eu guardava há anos, acabou com um sofá e tudo precisa ser colocado fora de seu alcance, o que é difícil.

Bem, meu monstrinho já tem dois anos e pesa mais de 5.000kg e dorme todas as noites nas minhas pernas, me acorda com beijinhos e carinhos as 06:00, apronta muito pela casa e volta a dormir. Mas ainda faz muitas bobagens quando está acordado.

Tornado foi criado pelo Zen e aprendeu tudo como um cachorro, recebe a gente na porta, corre pra atender a campainha, joga bola pela casa e é um gostosão. Adoro ser fotografado e faz pose.

thor

 

E a minha vida estava resolvida com bichos por bastante tempo, tudo certo quando minha filha mais velha volta a morar comigo trazendo embaixo do braço a filha Diana. Ela já se mudou, mas a filha continua a viver aqui e pelo que percebemos será sempre assim, ganhei o terceiro bicho.

Diana tem 3 anos, é linda, charmosa, leve e elegante. Muito corajosa é uma excelente caçadora, gosta de dormir aninhada no nosso pescoço e é extremamente mal humorada.

Ela nos tolera e nos usa quando bem entende, afinal sabe o poder que tem, quem não se derreteria com essa fofura vindo deitar abraçada em voce? Vivemos basicamente esperando quando ela  vai nos dar mole.

Bate no Zen e no Thor, toca o rebu, além de ser totalmente paranóica e achar que todos planejam matá-la a qualquer momento, isso já dura 2 anos, já achamos que é estilo. Quando está calma é uma fofura.

diana

Essa é a minha equipe de mascotes, cada um com sua atividade, sempre mantendo minha fofura em dia e me enchendo de carinho ao mesmo tempo que me deixam doida 🙂

Você têm animais de estimação?

Me conta 🙂

Beijocas da Fabi

 

Carta para Coral, sobre como se tornar uma fada.

Carta para Coral, sobre como se tornar uma fada.

Para Coral.

Querida Coral, soube que uma amiguinha lhe falou que fadas não existem e que voce ficou chateada por isso.

Não fique querida! Fadas existem e vou lhe provar.

Muitas pessoas falam a mesma bobagem, mas isso acontece porque elas não procuram entender o real significado das palavras e das atitudes.

“Fadas: são os seres que fadam, isto é, orientam ou modificam o destino das pessoas. Fada é um termo originado do latim fatum, que significa destino”.

Toda vez que escolhemos interferir no destino de outra pessoa de forma positiva, estamos sendo fadas. E fadas não precisam de varinha ou asas, a maior magia que possuem são o amor por todas as criaturas que existe em seus corações.

Essa é a grande magia da vida, amor.

Amar o conhecido e o desconhecido da mesma forma, proteger os fracos, cuidar dos mais velhos e ajudar os outros, para que todos possam sempre ter boas e positivas experiências na vida.

Eu conheço diversas fadas, algumas até mesmo nem sabem que são fadas, vivem ajudando e tendo bons sentimentos por tantas pessoas que acabam mudando de forma mágica muitos destinos.

Ser fada é uma escolha. Quando olhamos pro título as coisas se perdem, mas quando olhamos os propósitos, fica tudo mais bonito e mágico.

Para ser uma fada voce precisa trabalhar duro, principalmente sobre voce mesma. Aqui tem uma pequena e importante lista de atividades para voce seguir:

  • Ser bondosa com todos, não vale escolher ser bondosa só com quem você gosta.
  • Ser honesta e corajosa por toda a sua vida, sem medos ou mentiras.
  • Ser gentil e educada com todos.
  • Ser grata aos seus pais e a natureza por todo cuidado e amor que recebe.
  • Ser bem humorada e fazer as pessoas sorrirem, assim elas ficam mais felizes.
  • Ser cuidadosa com as pessoas, animais, coisas e lugares, deixando tudo mais bonito.
  • Ter esperanças e acreditar que coisas boas são possíveis.

Uma vez me perguntaram se fazer bonecas é acreditar num mundo melhor. Eu respondi que doll maker é só um título, e que a minha intenção era ajudar as pessoas a redescobrirem o encantamento nas coisas simples da vida. Acredito que esse seja o caminho para que elas sejam mais felizes. E me esforço pra conseguir.

Escolha como quer atuar na vida das pessoas, elas estarão ao seu redor durante toda a sua existência e então você poderá ser uma fada também.

Aliás eu acho que você vai ser uma ótima fada, porque me ajudou a ter bons sentimentos e pensamentos com a sua dúvida e ouvir sua risada encheu meu coração de esperança e alegria.

Beijocas da Fabiluli

 

ps:Encontro pessoas fofas o tempo todo e com  Juliana e sua filha Coral não foi diferente, conversamos e acho que ajudei um pouquinho a pequena e acreditar em coisas boas. Copiei a carta aqui para inspirar outras pessoas 🙂

“Somos pessoas por causa das outras pessoas.” – Provérbio africano

Leia mais
O futuro depende dos adultos

O futuro depende dos adultos

Desde pequena escuto que as crianças são o futuro no país, do mundo, do universo etc. Mas pensa bem: quem educa essas crianças? Como as crianças aprendem? O que está servindo de exemplo todos os dias pra elas?

Aprendemos por imitação em qualquer idade não tem jeito. Mesmo que você não queira, tem um monte de influências, boas e ruins, entrando sem pedir licença e sendo armazenadas na sua mente o tempo todo. Elas chegam através da televisão, dos filmes, da música, da arte, da rua, das relações.

Pessoalmente acho que só quem enxerga a  arte, a comunicação, criação e relacionamentos como um tipo de sacerdócio deveria poder criar algo ou se relacionar, porque gente confusa só espalha mais confusão, gente egoísta só que ser compreendida, gente vazia só faz os outros perderem tempo, mas enfim, somos livres e temos que conseguir separar o que vale a pena e o que não vale.

Qual a graça de passar pra frente tudo de errado que você aprendeu e faz? Os filhos repetem os hábitos dos pais até quando não querem, afinal quem nunca se pegou falando exatamente como a sua mãe falava? Isso é inconsciente, você simplesmente repete. Então desliga o piloto automático e começa a se reavaliar!

Acho super válido preparar as crianças, ensinar sobre reciclagem, reaproveitamento, alimentação, saúde, meio ambiente, relações pessoais, sim isso é muito importante, mas não devemos esquecer que quem precisa ser educado são os adultos. A educação não se limita ao período da infância, é um trabalho continuo pela vida toda. E depois de uma certa idade não dá mais pra jogar a culpa nos pais 🙂

De que adianta uma criança ter uma semana inteira na escola sobre reciclagem e chegar em casa e a família gerar mais lixo que a rua toda? Falar sobre poluição e ela sair da escola e pegar um ônibus fumacento? Ou falar sobre a falta d’água e ela chegar todos os dias em casa e encontrar bife na mesa? Ou ter aulas e campanhas sobre alimentação saudável e em casa comer uma pizza congelada e um monte de doces, frituras e refrigerantes? Cadê a coerência?

A consciência vem de cima pra baixo, são os mais velhos que precisam aprender, mudar, se reciclarem, se desconstruírem. Você precisa se picar em pedacinhos, jogar tudo pro alto e ficar só com o que presta, seja sincero. E isso é difícil porque quem você é tá muito ligado a quem seus pais foram, e muitos hábitos que eles te ensinaram, e você aprendeu direitinho, são péssimos pessoal e coletivamente.

Como diz Rudolf Steiner: “Não há, basicamente, em nenhum nível, uma educação que não seja a auto-educação. […] Toda educação é auto-educação e nós, como professores e educadores, somos, em realidade, apenas o ambiente da criança educando-se a si própria. Devemos criar o mais propício ambiente para que a criança eduque-se junto a nós, da maneira como ela precisa educar-se por meio de seu destino interior.”

E não pense que por não ter filhos você não tem responsabilidade, se você anda por esse planeta, respira, come e se relaciona você serve de exemplo o tempo todo então também precisa de educação e polimento. Sim, somos todos querendo ou não educadores, exemplos a serem seguidos.

Eu acredito que quando as pessoas tem filhos um canal bem forte para mudanças se abre e elas ficam mais flexíveis, mais aptas a reverem seus conceitos e mudar ou melhorar. Alguns não são tão apegados a própria imagem e conseguem fazer essa desconstrução sem filhos, mas outros precisam dessa ajuda. Uma ajuda muito fofa na verdade 🙂 E para alguns só na próxima vida mesmo porque nessa não tem mais jeito 😀

Então não relaxe achando que são as crianças que farão um futuro melhor, porque o futuro não existe ainda, ele será formado com os conhecimentos do passado e do presente que hoje é você quem ensina.

O que voce está ensinando inconscientemente? E conscientemente? Bora começa a avaliar?

Beijocas da Fabi

Pin It on Pinterest